Adorei este texto, do Manuel Lemos, para o PHPClasses e decidi colocar um pedaço dele aqui. Tradução livre:

O PHP é uma linguagem incompreendida pelas pessoas que tem a tendência de amá-la ou odiá-la.

De um lado, desenvolvedores que o odeiam porque não entendem direito como ele funciona. Eles não respeitam o PHP e preferem usar outras linguagens. Então eles perdem muitas oportunidades de fazer um bom dinheiro no mercado, pois temos bons empregos para desenvolvedores qualificados.

Do outro lado usuários que amam muito o PHP mas não aproveitam todas as características que esta linguagem pode proporcionar.

Abaixo segue as 10 idéias erradas mais difundidas sobre PHP:

  1. PHP não é uma linguagem compilada, é interpretada;
  2. PHP não faz X (x= acesso direto a memória, controlar dispositivos de hardware ou qualquer uso esquisito)
  3. PHP não faz X que eu faço com outra linguagem;
  4. PHP é só para desenvolvimento WEB;
  5. PHP é controlado por uma única empresa (ZEND);
  6. A documentação do PHP é ruim ou insuficiente;
  7. Projetos em PHP não podem ser reaproveitados porque ele não é orientado a objetos;
  8. PHP é pior que Ruby on Rails, Django, qualquer outra framework com outra linguagem;
  9. PHP não é bom para aplicativos ou websites escaláveis de alta demanda;
  10. Desenvolvedores de PHP são mais baratos porque não são qualificados.

Siga lendo o artigo, onde o Manuel derruba todos esses pré conceitos sobre esta linguagem de programação.